Home / Estudos Diversos / PECADOS ESCONDIDOS

PECADOS ESCONDIDOS

Se afirmarmos que temos comunhão com ele, mas andamos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. 1 João 1:6

Por: Ev. João Wagner Ferreira

Há pessoas que guardam pecados em segredo e com sete chaves. Possuem mais medo da opinião pública do que da opinião de Deus. Possuem mais medo de suas reputações serem manchadas do que mancharem suas vestes espirituais. Jesus lidava com os variados tipos de pecadores e os amava e geralmente quando via sincero arrependimento, respondia-lhes com palavras dóceis, como por exemplo: “Vá e não peques mais”.

Já com os hipócritas fariseus que escondiam seus pecados Ele agia com maior dureza. Para tais, as respostas de Jesus muitas vezes era mais ou menos assim: “Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca”. Mateus 12:34. Uma coisa que Deus não suporta é o fingimento e a hipocrisia; o viver de aparências.

Certa feita Jesus se referiu ao pecado de hipocrisia comparando essas pessoas a “sepulcros caiados”; por fora é lindo, perfeito, maravilhoso, porém, por dentro está podre e cheira mal. O pior é que para o mundo, “os sepulcros caiados” são admirados, aplaudidos e até adorados, porém, Deus é o único que enxerga a podridão que está por dentro. Oh! Como Deus anseia em que o pecador se arrependa, confesse seus pecados para o limpar por dentro.

Jesus se dirigia aos hipócritas fariseus e lhes dizia: “Vocês são os que se justificam a si mesmos aos olhos dos homens, mas Deus conhece os corações de vocês. Aquilo que tem muito valor entre os homens é detestável aos olhos de Deus”. Lucas 16:15

Para muitas pessoas o que realmente importa e “parecer” bem em público e assim sendo, vivem de aparências. O que não sabem é que viver de aparências custa muito caro e muitas vezes o preço a pagar é a própria alma. A salvação de suas almas é que está em jogo.  Para muitos o que vale é estar em alta, desejam alcançar respeito e até seguidores; a aparência projetada é tudo o que importa. Para alguns fariseus hipócritas a aparência é tudo.

O pior é que muitos ainda não descobriram que possuem uma máscara para encobrir os motivos reais do coração. Os fariseus dos tempos bíblicos queriam aparentar justiça em público, queriam demonstrar amor a Deus, acima de outras pessoas, mas, de Deus não se esconde nada. Deus sabia que o coração deles estava no louvor que as pessoas demonstravam por eles. Veja o que diz em João 12:43 “ Porque amavam mais a glória dos homens do que a glória de Deus”.

Infelizmente muitos honram aquilo que os fariseus praticam. Geralmente o mundo aplaude os usuários de máscaras, aqueles que constroem aparências projetadas. O mundo ama somente o que parece bom e não o que é verdadeiramente bom. O motivo é que o mundo é mal e está nas trevas. “O mundo jaz no maligno”.

Por outro lado, Deus conhece o coração e odeia os fariseus que encobrem e mascaram suas transgressões. Deus odeia a hipocrisia, aqueles que escondem seus pecados como sepulcro caiado. Ele quer o que é verdadeiramente sincero. Deus manifesta sua preciosa graça ao miserável pecador que se arrepende de verdade, sem uso de camuflagem; àquele que permite o arrependimento brotar do fundo da alma e por outro lado odeia o hipócrita mascarado cujo coração não se abre para o arrependimento sincero.

Devemos examinar a sinceridade de nossos corações diariamente. Devemos nos perguntar se somos sinceros diante de Deus, se nossos corações são como um livro aberto diante de Deus e das pessoas. Nosso coração está em trevas ou na luz? Tudo que está em trevas está nas mãos do Diabo e tudo que está na luz também está na Cruz.

Ev. João Wagner Ferreira

Autor do livro: “Socorro! Minha família está em perigo”.

(34) 9 8885-0868 – Oi/Whats App

chavedosaber63@gmail.com

Conheça outros artigos no:

www.blogdafamilia.com

 

 

About João Wagner

João Wagner Ferreira é Ministro do Evangelho; Co-Pastor Evangelista na Congregação Betel da Assembleia de Deus em Uberlândia/MG (Ministério Missão aos Povos). Curso Superior em Tecnologia de Segurança Pública pela Academia de Polícia de Minas Gerais (APM/MG) é 1º Ten PM (QOR). Graduado em Teologia pelo Instituto Missão aos Povos, filiado à Faculdade Evangélica de Ciência, Tecnologia e Biotecnologia (IMP/FAECAD). É professor na Escola Dominical na Assembleia de Deus há 25 anos; dedicou sua vida a obra de Deus e a família.

Check Also

A importância do equilíbrio das sete áreas da vida humana.

Share This in WhatsAppVós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *