Home / Estudos sobre a Família / Desafios da família Moderna

Desafios da família Moderna

Por: João Wagner Ferreira

“Meu povo foi destruído por falta de conhecimento. “Uma vez que vocês
rejeitaram o conhecimento, eu também os rejeito como meus sacerdotes;
uma vez que vocês ignoraram a lei do seu Deus, eu também ignorarei seus
filhos.” Oséias 4:6

Ao usamos a seguinte expressão: “Isso é um problema”; “Sabe qual é o problema? O problema é que…”. Usamos estas palavras para colocar situações na vida que nós chamamos de problema. E se trocarmos essa palavra “problema” por desafio? “Meu desafio é….”; ” O desafio de agora é….” Será se com essa troca de palavras não seriamos motivados a trocar o nosso jeito de olhar e lidar com as questões difíceis da vida?

Os desafios quando são postos com esta clareza, por serem desafios me posicionam de uma maneira muito mais altruísta; nem sempre confortável, mais altruísta; e aí quem sabe a gente consegue ter um pouco mais de discernimento para lidar com as dificuldades, os desafios da vida, sem nos desesperarmos tanto, sem perdermos o controle da vida; sem perdermos o controle a tal ponto de desesperarmos e desistirmos.

Você está pensando em desistir? Não faça isso, não desista. Aliás, desista somente daquilo que lhe está fazendo muito mal. Desista daquilo que você sabe que é errado mesmo, por princípios. Desista daquilo que você tem tentado muitas vezes, mesmo sabendo que ao final de muitos caminhos que nós mesmos escolhemos, sem o: “Assim diz o Senhor, são caminhos de morte”. Mas como tudo mais tem como ser abençoado por Deus, que tem como princípio a vontade Dele para a sua vida, não desista.

Olhe melhor, de um jeito diferente, para o seu próprio casamento, para o seu trabalho, para sua vida pessoal como um todo. Pense nos desafios possíveis de serem vencidos, com fé, muita esperança, muita confiança no poder de Deus disponível para você e para sua família. Quais são os desafios da família moderna? Como lidar com o tempo? Com o trabalho? Com a educação dos filhos? Os desafios que a família nos oferece e como poderemos enfrentá-los melhor para termos o sucesso, para termos uma família crescendo, produzindo, progredindo e proporcionando alegrias.

A família é um dos bens mais preciosos que nós seres humanos possuímos nessa terra e que também é lugar de maior desafio. Fora de casa temos uma maneira de falar, uma educação e cuidado no trato com as pessoas. Dentro de casa nos desarmamos nos cuidados com as palavras. E é dentro de casa que vivemos os maiores desafios, pois ninguém nos conhece melhor do que nossos cônjuges e nossos filhos.

Creio que um dos maiores desafios para a família nos tempos modernos é o coração de cada membro dessa família. Vamos começar analisando o coração do casal; enquanto não houver uma transformação no coração do homem e da mulher, é impossível que esse casal possa conviver de maneira saldável. O casal pode ler centenas de livros e assistir milhares de seminários para casais, isso não irá ajudar em nada, caso não permitam que Jesus transforme seus corações.

O problema não é o que está guardado na cabeça, mas sim o que está guardado no coração. Existe uma palavra na sabedoria popular que diz: “Quando um não quer, dois não brigam”; isso é uma realidade. Em conformidade com esse ditado popular a Palavra de Deus diz: “A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira. Provérbios 15:1.

Um coração conturbado, perturbado, inquieto e nervoso, não possui condições de conviver nem com ele mesmo; sendo assim como irá conviver com outra pessoa? Todos os problemas das famílias entram em órbita, se encaixam e se organizam, quando Jesus coloca a mão nos corações de cada indivíduo e coloca as coisas em ordem.

Devemos analisar mais de perto essa questão do ditado popular (Quando um não quer dois não brigam). A verdade é que na realidade, muitas vezes, a esposa ou o marido dizem: “eu já tentei”; “eu faço a minha parte”; “eu quero mais o outro não quer”. Qual seria a solução para um conflito dessa maneira? Quando você diz: “Eu faço a minha parte”, talvez você realmente fez sua parte, porém, até certo ponto; mas se você parou por aí você resolveu entrar na briga, pois, realmente: “Quando um não quer dois não brigam”. Você fez a sua parte só até certo ponto, e a partir daí você resolveu e quis aceitou e entrou na briga.

Esse ditado, não é um versículo da Bíblia, faz parte da sabedoria popular, mais, é uma frase adequada para os problemas do lar, pois, quando um não quer realmente dois não brigam. Mas, há um versículo bíblico que abona o dito popular, Salomão diz em Provérbios 15:1 que: “A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira. Em todo problema familiar existem dois culpados, se há problema os dois são culpados. Claro que existe um mais culpado e o outro menos culpado, mais ambos são culpados.

Ninguém pode ser considerado completamente inocente; a não ser quando se tratar de um caso de enfermidade da personalidade; nesse caso há necessidade de ajuda de um psicólogo uma vez que a pessoa não está normal; está carregando complexos e traumas e está além de seu controle e necessita de assistência profissional.

Qualquer problema, quando é discutido com normalidade, calma, tranquilidade e respeito pelos membros da família possui solução. Só não existe solução para a morte. Temos que partir da seguinte hipótese: não existe casamento perfeito. Tire da sua cabeça que você terá um lar perfeito, isso não existe. Os problemas quando surgem não são para se divorciar; eles existem e não são para serem deixados de lado ou abandonados, são para serem enfrentados, discutidos e solucionados.

Esse é o momento de convidar Jesus para entrar na história; se você estiver bem com Deus, se você estiver em condições de dialogar e buscar soluções em Jesus. Agora, se você estiver mal com Deus, não haverá solução. Um coração sem Jesus se torna egoísta e um coração egoísta somente quer ganhar, derrotar, maltratar e machucar o outro; por isso digo que todos os problemas se convergem para o aspecto espiritual.

Conheço lares que estavam completamente destruídos, deixaram Jesus trabalhar e hoje são lares estruturados e felizes. São lares que possuem problemas, dificuldade e desafios, porém, são lares felizes porque deixaram Jesus transformar seus corações.  A felicidade não é um alvo que se encontra pela frente, mas um caminho que se transita. Nunca conseguiremos chegar a felicidade plena e completa; isso irá acontecer somente quando Jesus voltar, nos arrebatar e levar com Ele. Somente na glória, seremos seres completos e perfeitos. Na terra é lugar de pessoas e casamentos imperfeitos; aqui é lugar de caminharmos na direção da perfeição. O segredo é lutar sempre e nunca desistir; não desista de ser feliz.

Ev. João Wagner Ferreira
Escritor e Palestrante

Autor do Livro: “Socorro! Minha família está em perigo”.
Blog: www.blogdafamilia.com
Site: www.diskbiblias.com.br
E-mail: chavedosaber63@gmail.com
(34) 8885-0868 – WhatsApp

About João Wagner

João Wagner Ferreira é Ministro do Evangelho; Co-Pastor Evangelista na Congregação Betel da Assembleia de Deus em Uberlândia/MG (Ministério Missão aos Povos). Curso Superior em Tecnologia de Segurança Pública pela Academia de Polícia de Minas Gerais (APM/MG) é 1º Ten PM (QOR). Graduado em Teologia pelo Instituto Missão aos Povos, filiado à Faculdade Evangélica de Ciência, Tecnologia e Biotecnologia (IMP/FAECAD). É professor na Escola Dominical na Assembleia de Deus há 25 anos; dedicou sua vida a obra de Deus e a família.

Check Also

“Foi sem querer”.

Share This in WhatsApp– Cuidado, você pode machucar alguém. – Jucinei preveniu Thiago de sete …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *